QUEDA DE CABELOS E COVID 19

13/04/2022 | web

A queda de cabelo sempre é uma queixa constante entre as mulheres, e nos últimos 2 anos esse problema se tornou recorrente.

Os cabelos possuem um ciclo determinado, que inclui períodos fisiológicos de queda, mas voltam a crescer. Quando caem além de 60 a 150 fios por dia, pode indicar alguma patologia, principalmente se for intensa, duradoura e existirem falhas.

Algumas das causas da queda dos fios:

Mulher segurando microfone

Descrição gerada automaticamente com confiança média

ANEMIA

Pode causar a queda de cabelo, já que os fios recebem menos sangue, nutrientes e oxigênio. Geralmente a anemia é causada pela falta de ferro, mas também pode surgir pela diminuição da vitamina B12 no organismo.

ALTERAÇÕES HORMONAIS

Assim como durante ou após a gravidez, as alterações hormonais são um importante fator para a causa da queda de cabelo e podem acontecer em vários momentos da vida, especialmente na adolescência. Outro problema hormonal é a Síndrome do Ovário Policístico, que afeta muitas mulheres.

DEFICIÊNCIA DE MACRO E MICRONUTRIENTES

Falta de minerais, vitaminas e dieta pobre em proteínas provocam queda difusa. Quando estão em níveis abaixo dos recomendados, cobre, zinco, ferro, vitamina D e B12 são os que mais afetam os cabelos. É importante verificar também as vitaminas C e E. Todas e muitas outras você encontra no suplemento da Iron Hair. 

Uma imagem contendo Texto

Descrição gerada automaticamente

COVID 19

O vírus da covid 19 pode, sim, ocasionar a queda capilar. Em torno de 39% dos infectados têm a queda de cabelo após a infecção, logo no início ou mais tarde, de 30 a 60 dias após a doença, podendo durar 9 meses em alguns casos.

Isso desencadeia uma alteração em todo ciclo capilar das fases anágena(crescimento dos fios) e catágena(repouso capilar) e antecipa a fase telógena(queda de cabelo), inclusive mantendo essa fase por mais tempo, com duração de seis meses ou mais, levando muitas mulheres ao quadro intenso de queda de cabelo durante meses.

Isso acontece porque o organismo desvia nutrientes para combater a doença, deixando poucos recursos para cabelo e unha.

Mulher sorrindo com a boca aberta

Descrição gerada automaticamente

Hipotiroidismo, doenças autoimunes, excesso de estresse, gravidez, uso de antidepressivos, anticoagulantes, remédios para pressão alta, tabagismo, excesso de químicas no cabelo, uso excessivo de secador e chapinha, dormir com os cabelos molhados, entre outros. 

Em todos os casos, é necessário consultar um médico para obter o diagnóstico correto e o tratamento mais indicado.

Caixa de Texto: Fernanda Guimarães Cardoso
Diretora Técnica da Iron Hair
Hair Stylist há 18 Anos
Fernanda Guimarães Cardoso
Diretora Técnica da Iron Hair
Hair Stylist há 18 Anos